quinta-feira, 28 de maio de 2015

FRUTOS DIGNOS DE ARREPENDIMENTO. 1ª Parte

         

 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado. João 15:1-3 Jesus usou a videira e os ramos para retratar o tipo de relacionamento que deveria existir entre ele e o crente. Este motivo, ou este propósito era de que houvesse uma produção de frutos da parte dos ramos, ou seja de nós, e também para que o mundo pudesse ver Cristo em nós. Não precisa ser perito em agricultura ou um profissional da área para perceber que o mais importante em uma plantação não é a quantidade, mas sim a qualidade. Sempre a qualidade do fruto vai possibilitar ao agricultor procurar um valor mais expressivo para seu produto no momento da venda. O versículo dois diz-nos que os ramos que não dão fruto são tirados, pois o propósito do ramo na videira é somente um, dar frutos, se não der fruto para o lavrador não tem valor algum. Agora cantarei ao meu amado o cântico do meu querido a respeito da sua vinha. O meu amado tem uma vinha num outeiro fértil. E cercou-a, e limpando-a das pedras, plantou-a de excelentes vides; e edificou no meio dela uma torre, e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas boas, porém deu uvas bravas. Isaías 5:1,2 No versiculo um, forma-se um cantico de amor que revela o prazer de Deus, que tinha por Israel, o seu povo escolhido. Deus tinha um perspectiva sobre Israel, pois através deste povo ele queria alcançar as nações, Deus se preocupou com eles, livrou-os dos inimigos, saciou-lhes a fome, abrigou do frio, sempre esperando que Israel fosse produzir boas obras, ser obediente, lhe honrasse, porém "deu uvas bravas". No evangelho de lucas temos mais uma parábola que fala sobre um homem que plantou uma vinha e,  arrendou a uns trabalhadores...( Lucas 20.9) Irá, e destruirá estes lavradores, e dará a outros a vinha. E, ouvindo eles isto, disseram: Não seja assim! Lucas 20:16  Se a Igreja atual não aproveitar a oportunidade que esta recebendo, se fizer pouco caso, se não desempenhar aquilo para que esta nesta terra, sera dado a outro(a) esta oportunidade.  Este texto de Lucas é uma advertencia aos Prs, Lideres, e a Igreja.  "Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que não te poupe a ti também." Romanos 11.21 Os gentios crendo, ganharam o que Israel perdeu. Cristo é o verdadeiro Israel, ele substitui esta nação para trazer salvação ao mundo.  Melhore seus frutos, e não decepcione aquele que espera de voce atitudes de uma pessoa verdadeiramente transformada. Pr. Cláudio Grabowsky . Parobé. RS

sexta-feira, 22 de maio de 2015

QUAL É O VALOR DE UM PARDAL ?

                                              

Quão amáveis são os teus tabernáculos, SENHOR dos Exércitos! A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde ponha seus filhos, até mesmo nos teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu. Salmos 84:1-3 O salmo 84 foi escrito pelos filhos de Coré, para entendermos este salmo precisamos ler Números 16, onde fala sobre um trio  de irmãos  que tiveram a infeliz ideia de se levantar contar uma liderança instituída por Deus. Os pais deles encabeçaram  uma rebelião contra uma autoridade, os filhos vendo este acontecimento não acompanharam aquela decisão que teve resultados tristes. O salmo 84 fala de " onde é bom estar". Porque são chamados tabernáculos ? É de lembrar que os filhos de Coré tinham ciência de como funcionava o tabernáculo, 1º lugar era santíssimo, depois vinha o santo lugar, o texto fala " quão amáveis e agradáveis são os teus tabernáculos. Uma coisa eles não poderiam esquecer que a misericórdia de Deus sobre suas vidas era o motivo pelo qual eles podiam estar dentro daquele lugar. Ainda mais sabendo que aquele que habitava ali, era amor, misericórdia, justo, fiel, e que dispunha uma graça a todos aqueles que a ele recorressem.  Este proposito se dá porque no tabernáculo ele encontra-se com o pecador, e ali ele o salva. Quantas vezes o bondoso Deus nos livra de inúmeras situações, e nós nem o percebemos ? Quantas vezes somos socorridos pela sua mão, e nem nos damos conta? Os filhos de Coré tinham isto em mente, e era muito forte. Tal qual sentimento precisa ser acesso em nossos corações, o de ter apego pela casa do Senhor, pois ali ele ordena a benção e a vida para sempre. O tabernáculo era o lugar onde Deus estava, se manifestava, e salvava. O texto diz que até o pardal encontrou casa no tabernáculo de Deus, o pardal é uma ave de tão pouco valor, a gente ouve contrabando de cardeais, azulão, trinca-ferro, e outros tantos pássaros mas o pardal ninguém comercializa, pardal aqui são pessoas de pouco valor, sem valia, sem valorização entretanto a graça os alcança, e eles encontram um lugarzinho na casa de Deus. A andorinha ave tão inquieta, migratória sempre de um lado para outro, esta diz o versiculo tres, que fez ninho nos átrios do Senhor. Olha só aqueles inquietos, aqueles que não se sossegam andam de lado para outro, sempre migrando, este fez ninho na casa de Deus. Ninho fala de filhotes, filhotes fala de produtividade, é isto que acontece quando encontrarmos um lugarzinho na casa de Deus, começamos a produzir, a ter produtividade, nas escalas, no coral, na congregação, nos departamentos, Aleluias !!! Em tudo produzimos. Por fim para estarmos nos átrios do Senhor vem a razão: " Louvem-te sem cessar" , pois daonde ele nos tirou e onde nos colocou temos muito pelo que louvar a ele. Pr. Cláudio Grabowsky . Parobé. RS

terça-feira, 5 de maio de 2015

ONDE ESTA A SUA CANDEIA ?

                                                                     
E ninguém, acendendo uma candeia, a põe em oculto, nem debaixo do alqueire, mas no velador, para que os que entram vejam a luz. Lucas 11:33 O texto acima faz referencia que nenhuma pessoa realiza esta atitude, pois para acender, e aqui esta falando de algo espiritual, que por certo  denota esforço, dedicação, e empenho, pois para acender algum sentimento precisa haver uma inclinação para oração, jejum, e momentos com Deus, quando se fala de acender fala-de de luz, energia, e Jesus deixou bem claro em Mateus 5.14  " Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte." Então surge as perguntas : Porque deve estar acesso um cristão ? Como deve ser acesso um cristão ? Com que se acende um cristão? É bem sabido que para um cristão andar nos dias de hoje ele precisa ser um iluminador, um farol, uma lampada acessa para clarear os demais que em trevas estão. " Porque tu acenderás a minha candeia; o Senhor meu Deus iluminará as minhas trevas." Salmos 18:28 A candeia era uma pequena peça de iluminação, abastecida com óleo ou gás inflamável e provida de uma mecha que iluminava os ambientes. Agora o texto bíblico diz que depois de acessa esta candeia, ninguém cobre ela, tapa, ou coloca debaixo do velador, ela não pode estar escondida, abafada, ou tão pouco sufocada, o profeta Jeremias queria tapar esta luz, " Então disse eu: Não me lembrarei dele, e não falarei mais no seu nome; mas isso foi no meu coração como fogo ardente, encerrado nos meus ossos; e estou fatigado de sofrer, e não posso mais." Jeremias 20.9 Assim entendemos que ninguém que acende uma candeia tapa esta luz, pois ela precisa emanar para os outros também. Vejamos a resposta de Pedro e João ao serem interrogados por Anás, o sumo sacerdote, e Caifás: " Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus; Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido." Atos 4:19,2 0 Muitos querem fazer parar aquilo que Deus colocou em sua vida de uma forma ou de outra. O texto diz na sequencia que acessa esta candeia ela deve ser colocada encima do velador, ou seja uma posição de destaque, uma posição que Deus exige de nós, e que também é uma ação do Espirito Santo em nossas vidas o seu manifestar. Aqui esta nossa influencia no mundo, e ao mesmo tempo a responsabilidade  cristã. Para concluir este versículo que estamos meditando existe uma finalidade existe um fim, um proposito, objetivo, uma função para que esta candeia esteja encima do velador. Pois aqueles que entram vejam a luz, iluminando-os. Esteja acesa sua candeia e encima do velador, iluminando a todos. Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. Rs