segunda-feira, 30 de novembro de 2015

O AMOR SE REGOZIJA COM A VERDADE.. 10ª Parte

                                                           
O Amor não folga com a injustiça, mas folga com a verdade 1º Corintios 13.6  O amor  baseia-se na verdade da palavra de Deus, por não se alegrar com a injustiça, com o dolo, e com os erros, o amor tem sua fundamentação naquilo que Deus passou para seu filho Jesus, e este para seus seguidores. Evangelho de João 17.17 diz: " Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade." Esta era a oração de Jesus aos seus discípulos, que somente nele encontrariam padrão absoluto, um padrão moral para que fosse possível viver de maneira digna, mesmo diante de um sistema perdido e pecaminoso seria possível os cristões terem uma linha de vida moldada pala verdade, a palavra de Deus. A atitude de nossa mente para com o pecado, para com aquilo que ofende a santidade de Deus, é o grande teste da verdade, que confere com nossa vida religiosa. O profeta Zacarias nos traz uma recomendação de itens que devemos fazer ele diz:  Estas são as coisas que deveis fazer: Falai a verdade cada um com o seu próximo; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas. Zacarias 8.16 Quando o amor de Deus esta em exercício em nossa vida, procuramos falar a verdade com cada um daqueles que estão próximos de nós. Já Efésios recomenda que se estamos ligados pelo auxilio de juntas, conforme a operação de cada parte, isto vai fazendo com que haja o aumento do corpo para sua edificação em AMOR, nisto vamos deixando a mentira, e falando a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Efésios 4:25 O amor se alegre com a expansão da verdade pelo corpo todo, assim acontecendo vem o regozijo. Como é bom saber, e ouvir testemunhos de pessoas e irmãos que mesmo longe, geograficamente distantes de nós, ainda podemos ouvir que estes vivem a verdade. amam a verdade, praticam a verdade, e pregam a verdadeira e genuína palavra de Deus. "Muito me alegro por achar que alguns de teus filhos andam na verdade, assim como temos recebido o mandamento do Pai." 2 João 1:4  podemos ainda fazer outra leitura no mesmo sentido. "Porque muito me alegrei quando os irmãos vieram, e testificaram da tua verdade, como tu andas na verdade. Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade." 3 João 1:3,4 Triste, decepcionante, é um cristão saber que Deus existe e continuar vivendo ao contrario daquele que ele sabe que é errado, contra a verdade nada impera, subsiste e permanece, se então sabemos que a Palavra de Deus é a verdade se alegremos com ela, e regozijemo-nos. Existe casos em que o irmão não entende o que esta se falando, ou não esta interpretando, ou sua natureza carnal e distanciada de Deus o impossibilita de entender, é o caso de Nicodemos que não entendeu a Jesus, lhe revelando a palavra, quando este lhe disse que tinha que nascer de novo.( João 3.3) A samaritana da mesma forma estando ao poço de Jaco, não entendeu quando Jesus disse-lhe que a água que ele lhe desse ela não teria mais sede. "Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la. João 4.15 Os discípulos não entenderam qual comida Jesus tinha para comer ( João 4.32 e 33) Já os Judeus não se aperceberam quando Jesus disse: Eu sou o pão vivo que desceu do céu João 6:51 Amado leitor procure através do Espirito Santo entender a Palavra, o Verbo vivo de Deus, e a partir deste momento você amara a palavra, vivera a palavra e por si só se regozijara com a verdade. Pr. Cláudio Grabowsky . Parobé. RS

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O AMOR NÃO SE ALEGRA COM A INJUSTIÇA. 9a Parte.

                                                                                    

O amor não se alegra com a injustiça 1 Co 13.6 algumas traduções dizem que aquele que tem o amor de Deus derramado em seu coração não folga com a injustiça, o amor nunca se alegra quando uma pessoa falha, e ao falhar este diz: Bem feito!! Mesmo que este receba uma justa correção ou punição,  o amor de Deus não nos deixa nos alegrar quando alguém falha. Provérbio 17.15  "Há duas coisas que o senhor Deus detesta: que o inocente seja condenado e que o culpado seja declarado inocente." Justiça é atribuir a cada um o que lhe é devido e, no trato com as pessoas, é tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais. Logo, injustiça é não dar a alguém o que lhe é devido ou, ainda, tratar os iguais desigualmente ou, ainda, querer tratar de igual para igual quem merece ser tratado de forma diferenciada. O profeta Habacuque no seu livro nos primeiros capítulos pediu a Deus até quando haveria injustiça, diante de tanta injustiças o senhor Jesus ensina-nos a buscar em primeiro lugar o seu reino, e a sua justiça e as demais coisas seriam acrescentadas ( Mateus 6.33)  Umas das qualidades que Deus procura nos seus servos, é ser justos, até porque os injustos não herdarão a terra. " Pelo contrário, vocês cometem injustiça, e roubam, e fazem isso tudo contra os seus próprios irmãos! Vocês sabem que os maus não terão parte no Reino de Deus. Não se enganem. " 1 Co 6.8   A Bíblia nos faz menção de algumas pessoas que não tinham este amor, e por consequente a injustiça os dominava por inteiro, O Livro de 1 Reis 21.10,15,16 e 18 fala do irmão Acabe, que injustamente arquitetou algo para mandar matar o seu irmão Nabote, alguns de seus atos fizeram transbordar a "taça da ira de Deus" e teve um trágico fim. Assim como Nabote, Daniel também foi injustiçado, "Aí os outros ministros e os governadores procuraram achar um motivo para acusar Daniel de ser mau administrador, mas não encontraram. Daniel era honesto e direito, e ninguém podia acusá-lo de ter feito qualquer coisa errada." Daniel 6.4 Estes Ministros e presidentes eram da mesma igreja que Jezabel e Acabe, sempre procurando alguma coisa, ou alguma ocasião para acusar os irmãos. Quando o texto diz: O amor não folga, nem se alegra com os infortúnios ou mal  dos outros, ele esta dizendo, que quando o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espirito Santo, temos o mesmo sentimento de Cristo Jesus, não compactuamos com o erro, com a injustiça. Nosso irmão José foi vitorioso apesar de seus irmão usarem de má fé com ele, leia em Gênesis. 42.22 " Rúben respondeu: "Eu não lhes disse que não maltratassem o menino? Mas vocês não quiseram me ouvir! Agora teremos que prestar contas do seu sangue". Mesmo passado quase vinte anos, as consequências da injustiça vem a tona, e Deus peleja por aqueles que tem esta qualidade em sua vida. Deixe o Espirito Santo de Deus derramar este amor em seu coração e viva uma nova dimensão espiritual em sua vida, em sua família, em sua igreja, em seu casamento. Pr. Cláudio Grabowsky. Parobé. RS