sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

PRAZER SEM FELICIDADE OU FELICIDADE COM PRAZER?

                                                             
“Por meio dos teus preceitos, consigo entendimento; por isso, detesto todo caminho de falsidade. Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.” (Salmos 119.104-105) Prazer sem felicidade ou felicidade com prazer? Este é o tema da nossa reflexão desta semana, exatamente nos dias que antecedem o carnaval 2018. Os acidentes no feriado de carnaval, nas estradas federais, aumentaram 20% em relação a 2017, 2.865 contra 2.396. Provérbios 14.12 diz: “há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte”. Das centenas de vítimas de tragédias no carnaval, boa parte foi atingida em razão de atitudes próprias erradas. É certo que elas não queriam o fim que tiveram. E aí reside a diferença entre a vontade de Deus e a vontade humana. A vontade humana é boa, agradável e desejável (Gn 3.6). Ou seja, bom e agradável é aquilo que satisfaz o desejo. Ora, a busca da felicidade pelo prazer não tem fim, pois o efeito da satisfação do prazer dura poucos minutos, enquanto os efeitos colaterais podem durar toda a vida ou acabar com ela. Porém, a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita (Rm 12.1). Quando renunciamos nossa vontade e nos submetemos à Palavra de Deus, ultrapassamos o que é apenas desejável e passamos a viver o que é perfeito, e isso nos faz felizes. O que é apenas desejável pode ser bom hoje, mas amargo amanhã. O que é perfeito será bom hoje e sempre. A escolha é sua: prazer sem felicidade ou felicidade com prazer? http://www.pastorhumberto.com/ Escolha ficar dentro da vontade de Deus, mesmo que contrarie seu querer... mas deixe a vontade soberana de Deus, lhe dirigir. Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS

Nenhum comentário: