segunda-feira, 29 de junho de 2015

ANALGÉSICO OU ANTIBIÓTICO, QUAL VAMOS USAR ?

                                                       
Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; Tiago 5:14 Agora com a chegado do inverno percebemos as pessoas correrem até as farmácias para se munirem de medicamentos para combaterem os resfriados que são normais desta época do ano. Alguns remédios fazem efeitos logo, outros demoram um pouco mais, diante de viroses e pestilencias resistentes que se alojam no organismo das pessoas resistindo não abandonarem aquele corpo. Na igreja de Jesus, um corpo vivo, um organismo em movimento, muitas das vezes acontece a mesma coisa, alguns remédios fazem efeito a longo prazo, não curam de vez a moléstia, outros tem efeito forte, combatem os agentes que se infiltram no organismo matando-os e trazendo a saúde para o corpo. Você já ouviu falar em analgésico? Os analgésicos são medicamentos com função de aliviar a dor. O alívio causado por esses medicamentos pode ocorrer por meio do bloqueio dos estímulos dolorosos, é um tipo de medicamento que diminui ou interrompe as vias de transmissão nervosa, suprimindo a dor. Assim quando uma criança chora, batendo os pés dizendo para seus pais que quer algo, eles saem correndo atendendo aquele pedido, pois sabem que aquele choro ira parar. Aquela filha que força a barra em prol de algo que ela deseja, ameaçando a sair de casa se caso não for atendida, logo os pais cedem.  Esta é a função do analgésico impedir a dor de chegar até o cérebro. São situações paliativas para solucionar um problema naquele momento. Tu também terás grande enfermidade por causa de uma doença em tuas entranhas, até que elas saiam, de dia em dia, por causa do mal. 2 Crônicas 21:15 Agora quando usamos antibiótico o resultado é outro, pois a função do antibiótico é combater a bactéria ou o fungo que gera a doença, basicamente, deve-se matar as bactérias para poder se livrar da doença. Assim nos livramos das bactérias sem causar mal ao nosso organismo. Poderíamos descrever os antibióticos como um tipo de veneno seletivo que somente faz mal para as bactérias. Aqui entramos com a palavra de Deus, com a doutrina de Jesus Cristo, que não faz mal ao corpo, mas somente nas bactérias e fungos que se alojam na igreja do Senhor e querem mata-la.  "Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão." Marcos 6.18 Nesta época de Inverno espiritual, onde muitas doenças estão surgindo na igreja, vamos aplicar o antibiótico da palavra, "Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; Mateus 3:8"   Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS

terça-feira, 23 de junho de 2015

A CRUZ, UMA OBRIGATORIEDADE PARA O CRISTÃO.


Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo. E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. Mateus 26:38,39 Por estas palavras proferidas por nosso mestre podemos entender que ele não queria passar pela CRUZ, pois lhe era um momento de agonia, lagrimas, afinal CRUZ é um momento de escarnio. E os soldados o levaram dentro à sala, que é a da audiência, e convocaram toda a coorte. E vestiram-no de púrpura, e tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram na cabeça. E começaram a saudá-lo, dizendo: Salve, Rei dos Judeus! Marcos 15:16-18 CRUZ é humilhação, é insulto, na CRUZ você esta sozinho, é abandonado ( Mateus 27.46) Satanas não quer que passemos por ela, muita vezes ele nos diz: " Pare de sofrer" Satanas sabe que na CRUZ  seremos redimidos, seremos livres de suas garras. Na CRUZ a autoridade de Satanas termina, então esta ai o porque de todos nós passarmos pela CRUZ. Quando o Império Romano crucificava um criminoso, a vitima era forçada a carregar a CRUZ até o local da execução, os discípulos sabiam o que era isto pois viam diariamente este fato acontecer, Agora eles ouvem Jesus dizendo  a todos os seus ouvintes: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua CRUZ, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. Lucas 9:23,24 Não tem como seguir a Jesus e não carregar a CRUZ, é quase que se fosse uma obrigatoriedade para cada cristão carregar a sua CRUZ. Pois é na CRUZ que conseguimos crucificar nossa carne, leiamos Gálatas 5.24 "E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito." Somente aqueles que são verdadeiramente de Cristo crucificaram sua carne, e onde era que se dava estes sacrifícios ? Na CRUZ. Temos o exemplo glorioso do apostolo Paulo quando ele diz: "Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na CRUZ de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo." A alegria de Paulo era saber que sua carne estava sendo crucificada, ou seja sendo morta e sua alegria era a CRUZ. Surge-nos uma pergunta; Qual é a posição que a CRUZ ocupa na minha vida? Estaria eu carregando a CRUZ? Estaria seguindo a Cristo de fato, assim como ele orientou tomando a CRUZ dia após dia? Antes da Cruz uma vida sem experiencia com Jesus, depois da CRUZ vem a vitória, e ai poderemos dar o brado: "Esta consumado" Querido leitor, Viva um evangelho com a CRUZ de Jesus. Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS 

quinta-feira, 4 de junho de 2015

MAIS LIMPEZA, MAIS FRUTIFICAÇÃO. 2ª Parte.

                                             
Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. João 15.2  O desejo de Deus para com nossas vidas é que sejamos frutíferos, o lavrador quer que os sustentos, recursos e nutrientes fluam para o fruto, e não para as folhas e ramos inúteis, tudo isto com intuito de que produza mais e melhores frutos. " Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará." Salmos 1.3 Este é o plano de Deus para nós, para sua igreja, e para seus servos. Quando o texto fala em " limpa toda (vara ou ramo) que da fruto" a palavra esta nos dizendo sobre o processo de santificação. ( Ser santificado significa ser separado do pecado/ ou posto de lado para Deus) Romanos 8.29 diz: " Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. " Deus quer que sejamos a imagem e semelhança do seu filho Jesus. Surge-nos a pergunta então porque o processo da poda é necessário ? Quando o individuo expressa a fé em Cristo Jesus, não significa que ele seja imediatamente perfeito, o processo operado nele começa a partir da natureza semelhante a Cristo. Isto ocorre quando o Espirito Santo pela palavra começa a " aparar as atitudes e comportamentos " que não são iguais a cristo. A poda espiritual desenvolve maior evidencia da natureza de Cristo levando o cristão ao amadurecimento. 2º Rs 4.39 "Foi um deles ao campo para colher legumes, e encontrou uma videira silvestre; colheu dela coloquíntidas selvagens, encheu o manto, voltou para casa e cortou-as em pedaços dentro da panela da sopa, sem saber o que era." Não podemos nos parecer com videira, temos que ser videira verdadeira, ou poderemos causar males aos nossos ouvintes, e até mata-los, como foi o caso da passagem do veneno na panela. Os ramos são muitos, alguns de um lado da casa, outros do outro lado do muro, porém em todos os lados os frutos são os mesmos, não tem como se passar por ramos, e não der frutos. De uma coisa não podemos escapar,e isto abrange a todos, até os melhores podem ter em si aquilo que é prejudicial a produção de frutos, basta pedir ao Espirito Santo nos revelar o que esta errado... e desta forma LIMPAR e PODAR e FRUTIFICAR. Pr. Cláudio Grabowsky. Parobé. RS