segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O AMOR NÃO SE PORTA COM INDECÊNCIA. 5ª Parte

                                                         
E era o nome deste homem Nabal, e o nome de sua mulher Abigail; e era a mulher de bom entendimento e formosa; porém o homem era duro, e maligno nas obras, e era da casa de Calebe. 1 Samuel 25:3  Quando o apostolo Paulo escreve 1º Corintios no capitulo 13, ele fala sobre algumas qualidades do amor descritas neste capitulo, e uma destas qualidades que queremos mencionar, é que aquele que tem o amor de Deus derramado em seu coração, este não se porta com indecência, inconveniente, não é uma pessoa grossa, sarcástica, nem critica. Vamos falar um pouco de conduta cristã, sobre comportamento, sobre o "modus vivendi" do cristão. Nabal não tinha estas qualidades pelo contrário, era uma pessoa grossa, critica, amarga e azeda. Aquele que tem o amor, ele é cuidadoso em não passar dos limites da decência, pois o amor faz-nos agir com reverencia e respeito aos superiores, ele nos ensina a não quebrar ordens, confundido posições. O cristão é decente, e sabe os limites da decência. mas o que é o amor? Quais é o sintoma do amor? tens-os ? Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. João 13:34,35 Somente seremos conhecidos de todos, através de nossas atitudes e ações, quando se fala em ações, fala-se de comportamento, porte. O indecente age sem pudor, falta o respeito, falta a compostura, comete abusos contra qualquer pessoa. Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? 1 João 4:20 O amor me faz demonstrar cortesia com aquele que amo, pois ele não fere ou humilha o outro, tão-pouco o envergonha. Além disto procura o bem-estar de todo o corpo. O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Romanos 12:9,10 O amor não se porta com imoralidade, ou seja imoralidade traduz-se por "pecado", quando o cristão verdadeiramente ama, este se afasta do pecado, e quando isto não acontece tem uma outra fonte vertendo, O VELHO HOMEM", vamos pedir ao amado Espirito Santo derramar uma porção deste amor em nosso coração. Pr. Cláudio Grabowsky. Parobé. RS

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

O AMOR NÃO SE ENSOBERBECE. 4ª Parte

                                       

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. 1 Coríntios 13:4 No original, ensoberbecer-se significa literalmente “inchar-se”, e tem a conotação de atribuir grande importância a si mesmo. Ao invés disso, as Escrituras nos instruem a considerarmos os outros superiores a nós mesmos (Fp.2:3). Quem está cheio de amor próprio, só se preocupa em se auto-afirmar, em provar o seu valor aos outros. Toda pessoa soberba vive fazendo propaganda de si mesmo. Paulo, ainda que fosse o maior dos apóstolos, não se ufanava disso. Ele mesmo escreveu aos Coríntios: “...que ninguém pense de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve” (2 Co.12:6). Quem ama está preocupado em valorizar o próximo, e não a si mesmo. Assim ensoberbecer quer dizer, não sou orgulhoso, não quero ser bajulado. Aquilo que é para mim fazer, devo fazer sem ser soberbo, e depois de faze-lo colocar um selo em minha boca. Uma atitude que entristece a Deus é a soberba, pois foi o principio da queda do homem "E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte." Isaías 14:13 por isto que Deus resiste ao soberbo, refuta suas atitudes, ao ver esta atitude em ação, Deus lembra-se da afronta de lúcifer, porém ele da graça aos humildes.  A soberba faz com que o homem tenha uma inclinação a si mesmo, a Bíblia diz: "Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz." Romanos 8:6  Triste o homem pensar que a soberba o levara muito além, o autor ao livro de Provérbios diz que a soberba procede a ruína. ( Pv. 16.18) Quando caminhamos no amor não buscamos agradarmos a nós mesmos, fazendo de nós o centro de nossas atividades (individualismo). Ao contrário, através do servir a Deus nós buscamos agradar os outros. Foi o que Jesus Cristo fez. Ele serviu a Deus no amor e não buscou sua auto-satisfação. Por isso que ele foi até a cruz. Conforme Filipenses 2:7-11 Quantos investimentos você conhece que te dá um retorno de 100 vezes neste tempo? Exceto deixar de buscar nossos próprios interesses primeiro e buscar as coisas de Deus e de nossos irmãos e irmãs de caminhada eu não conheço nenhum. Para concluir: das duas uma, ou nos tornamos individualistas, alimentando a carne e suas vontades e perdemos tudo, ou amamos e, ao invés de cuidar primeiro de nossos próprios interesses, cuidemos das coisas de Deus e dos irmãos e irmãs de caminhada. Neste caso teremos um retorno de “100 vezes” do próprio Deus. Marcos 10:29-30 "Em verdade vos digo que ninguém há que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna." Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS


quinta-feira, 10 de setembro de 2015

O AMOR NÃO SE VANGLORIA. 3ª PARTE.

               

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, 1 Coríntios 13:4 Algumas traduções dizem que aquele que tem o amor de Deus derramado em  seu coração ele não se ufana, ou trata com leviandade, ufanar é envaidecer, vangloriar-se, o ufanado exalta-se a si mesmo acima dos outros, poderíamos dizer que seria uma raiz de vangloria. Esta vanglória faz o individuo se gabar de suas habilidades, vejamos o que diz Tiago 4.15 " Em lugar disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo." Ja o leviano gosta de se mostrar,  o seu vocabulário é o "EU", eu consegui, eu fiz, eu tenho, eu sou, eu realizo, eu é que tenho, poderia até dizer que a Igreja que este congrega é Assembléia de "EUS". " Para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor." 1º Co 1.31 Ao nos fazer do barro, Deus queria deixar uma lembrança para o homem, para que este nunca se esquecesse, se por ventura viesse a cair ele se quebraria por ser de barro. "Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não da nossa parte." ( I Corintios 4.7)  Lembre-se você é de barro, e não de bronze. "Pois, quem te diferença? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houveras recebido?" 1 Coríntios 4:7 Não ha nada que nos faça diferença, ao fazer alguma coisa ou realizar algo, coloca-se um selo nos lábios e esqueça, nosso crescimento no uso dos dons, e no serviço cristão, não deve nos fazer pensar que estamos acima dos demais. O próprio apostolo Paulo fez isto ao lermos Felipenses 3.4-7 Se bem que eu poderia até confiar na carne. Se algum outro julga poder confiar na carne, ainda mais eu: circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei fui fariseu;quanto ao zelo, persegui a igreja; quanto à justiça que há na lei, fui irrepreensível. Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo. O apostolo esta dizendo que quando o amor de Deus teve uma plenitude maior em seu coração, este não se vangloriava com suas aquisições, valor humano ganho, alguma herança, ou algum esforço." Assim o amor vence a leviandade, o ufano, e a vanglória, para terminar fica a passagem bíblica de Proverbio 25.14 "Como nuvens e ventos que não trazem chuva, assim é o homem que se gaba de dádivas que não fez." Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O AMOR NÃO ARDE EM CIUMES. 2º Parte.

                                                                        
O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos. Provérbios 14:30 O texto de 1º Corintios 13, 4 lembra-nos que o Amor não arde em ciumes, não é invejoso. A definição mais clara para ciumes se refere a um sentimento de receio de perder para outro o afeto da pessoa amada, ou a falta de exclusividade, já a inveja é o desgosto ou pesar pela prosperidade ou alegria de outrem, também é o sentimento ou desejo de possuir ou gozar bem que outro tem, possuir bem que pertence a outro. O apostolo esta dizendo que se tenho este Amor, não fico com ciumes ou tenho inveja." O furor é cruel e a ira impetuosa, mas quem poderá enfrentar a inveja?" Provérbios 27:4 O Ciumes, faz com que a pessoa pense que a igreja dele é maior, os projetos dele são maior, eles tem os melhores pregadores, melhor coral, melhor conjunto, pois se não haver esta realidade não terá a exclusividade, e consecutivamente perdera para outro o afeto destes. Havendo este sentimento dentro de uma Igreja, congregação ou departamento, sem duvida alguma surgira contendas e discussões.  "Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros." Gálatas 5:26 Paulo esta dizendo que a vida comunitária sem o Amor ÁGAPE,  não é nada, quando ele escreve o capitulo 13 de 1º Corintios, ele esta fazendo menção das obras da carne que estava imperando em meio a igreja destinatária daquela carta. Havendo o Amor que se refere o capitulo o cristão não deve se aborrecer com sucesso do outro. 1º Co 1. 10 ao 16 Percebe-se as contendas nitidamente, os grupos estavam se alicerçando dentro da Igreja, cada qual tinha seu querido, seu líder, seu cantor, seu pregador. No capitulo 3 do mesmo livro, até versículo quatro, Paulo diz que não conseguiu falar com eles como a espirituais, mas como a carnais, era uma igreja que tinha os nove dons, porem faltava-lhe algo... No capitulo seis fala sobre demandas, atritos, mais um pouco a frente ele diz: "Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, senão para pior. Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio." 1 Coríntios 11:17,18  Somente porque faltava-lhes o Amor, não existindo o Amor, existe ciumes, inveja, contendas e guerras entre os membros da igreja. Exemplos não nos faltaria para expor atitudes de ciumes e inveja na Bíblia sagrada. Fica estas linhas para nos ajudar a buscar o mais excelente... O Amor!!!   Pr. Cláudio Grabowsky - Parobé. RS